Na falta de dinheiro, seja uma pessoa legal

Eliminar crenças limitantes sobre abundância geralmente não ajuda muito se você ainda se apega a crenças limitantes sobre o fato de estar sem grana.

Será que você conseguiria ser um durango pro resto da sua vida e ainda assim viver bem? Se você acha que não, então você provavelmente está:

  • cego para o que realmente importa nessa vida
  • transformando o dinheiro em uma fonte de poder
  • sendo um chato

Não espere que o universo esbanje abundância financeira na sua vida por você ser cego, impotente e chato.

Estar duro é uma diversão!

É uma aventura.

É um desafio à sua criatividade – não uma situação que você precise ter pressa de mudar, mas sim uma experiência que você deve tentar curtir ao máximo.

Você não precisa deixar sua vida em suspenso só porque está sem dinheiro.

Você ainda pode se apaixonar.

Você pode rir.

Pode se exercitar.

Pode ler os melhores livros de todos os tempos.

Você pode escrever. Pode compor. Fazer arte. Se você não tem dinheiro para comprar material telas e tintas, faça arte com areia. Se você não tem dinheiro para comprar um violão, cante.

Você pode viajar e conhecer novos lugares dormindo na casa de pessoas conhecidas, ou não (couchsurfing).

Você pode aprimorar suas habilidades sociais e fazer vários novos amigos.

Quando eu estava falido, usava uma caixa de papelão como mesinha. Será que eu deveria ter me sentido mal por estar naquela situação? Não seria melhor rir do ponto onde cheguei? Estar sem grana é uma situação cheia de coisas “engraçadas”. Tire proveito disso e ria dos juros altíssimos de contas vencidas.

Ok, você está sem grana, e daí? Pare de transformar isso em algo tão horrível ao ponto de achar que precisa sair dessa situação o mais rápido possível. Pare de se estressar por causa disso. Conforme os padrões mundiais, se você está lendo esse artigo, provavelmente está longe de ser pobre. Você provavelmente ainda faz parte da metade que inclui os mais ricos do mundo. Muitas pessoas nesse mundo adorariam poder fazer um upgrade para o que você considera ser a sua versão “sem grana”. Para elas, seria o ápice da riqueza. Você tem água limpa para beber? Não está sendo ameaçado de violência diariamente? Internet… o que é isso? Você deve ser tão rico!

Tente ver sua vida pelos olhos dessas pessoas realmente destituídas. Perceba que você vem fingindo estar em uma situação de pobreza, quando na verdade sua vida é cercada de abundância.

E pare de ser tão chato. Estar sem grana não é motivo para ser chato. Coloque a diversão de volta em sua vida. Corra atrás das coisas que você gosta de fazer, não porque você quer fugir da sua “pobreza” atual, mas sim porque você percebeu que já é rico o suficiente. Pare de se afundar em autopiedade e medo e torne sua vida divertida agora mesmo. Não coloque seus sonhos em suspenso só porque você não tem dinheiro. Isso é burrice.

Enfim, pare de estressar por não ter muito dinheiro, e passe a ter orgulho de estar sem grana. Afinal, não tem nada de errado nisso.

Focar em abundância é ótimo, mas não fique imaginando um futuro abundante enquanto rejeita o presente. Perceba a abundância em que você já vive, e tire o melhor proveito possível hoje, exatamente na situação em que você se encontra. Transforme sua relação com o aqui e o agora, porque ficar sofrendo com o e o depois não tem importância alguma.

Atualmente eu tenho mais abundância financeira em minha vida, mas o que eu mais valorizo da época em que não tinha dinheiro foi ter perdido o medo de não ter dinheiro.  Aprendi a ser rico quando não tinha quase nada, então, hoje, não tenho medo de perder dinheiro. Isso não seria um fracasso ou algo humilhante, seria novamente divertido e uma grande aventura.

Algumas pessoas dizem, “Eu já fui pobre, e já fui rico. Rico é melhor.” Que mentira! Ser rico não é melhor. Só é diferente. Quem pensa dessa forma não é rico de verdade. O segredo está em aproveitar ao máximo toda riqueza de cada momento. Se você for realmente rico, permanecerá rico não importa quanto dinheiro tenha no banco.

Por isso, mude sua forma de pensar. Ser rico ou pobre está na sua cabeça, não em quantos bens você possui.

Entao, eu repito, não deixe que a falta de dinheiro o transforme em um chato. Como você pode esperar que oportunidades apareçam em sua vida com essa atitude?

Ok, você recebeu uma multa porque não pagou o aluguel até o vencimento e seu carro vive quebrando. Mas, observando a vida como um todo, alguma dessas coisas realmente importam? Esse tipo de coisa é realmente algo com que valha a pena se preocupar tanto?

Seja uma pessoa sem grana, mas seja uma pessoa legal.

Ria mais, especialmente dos seus próprios problemas.

Leia.

Exercite-se.

Sorria.

Abrace as pessoas.

foto: Phoney Nickle

Steve Pavlina...

...é considerado o blogueiro internacional mais bem-sucedido e popular na área de desenvolvimento pessoal, com leitores em mais de 150 países. Por mês, seu site atrai mais de 2 milhões de pessoas - e isso sem propaganda, apenas no boca-a-boca. Leia seus artigos ou saiba mais sobre o autor.

Speak Your Mind

Leia o post anterior:
Dinheiro não compra felicidade, pobreza também não

As pessoas pensam em dinheiro de uma maneira interessante... Quando não o têm acreditam que, se o tivessem, estariam felizes e satisfeitas. Mas quando o possuem em abundância, no entanto,...

Fechar