Por que você nunca irá encontrar a sua cara metade

Acredite se quiser, você não é um ser pela metade andando por aí tentando encontrar a sua outra metade.

Você não é um macaco faminto que precisa urgente de uma banana. Você não é um carro sem gasolina. E ao contrário do que diz o personagem de Tom Cruise no filme Jerry Maguire, você não precisa de outra pessoa para se sentir completo.

Achar que você precisa de outra pessoa para te completar não é apenas falso, mas também perigoso, pois parte do principio de que você nasceu incompleto. E isso, meu amigo, é uma baita de uma mentira.

Por mais cafona que possa soar, ter orgulho da pessoa que você é por completo irá mudar a sua vida:

1. Quando você se sente completo, você tem mais para dar

Vamos combinar: quando você se sente pela metade, não tem como se entregar por completo, até porque metade de você está faltando. Então, pergunte-se: será que você pode amar, respeitar ou sentir algo por alguém mesmo se sentindo tão vazio assim? Sentir-se pela metade faz de você uma pessoa carente, que tira do outro para se sentir completa. No entanto, quando você se sente inteiro, você tem uma fonte ilimitada de coisas incríveis para dar. O que nos leva ao próximo ponto.

2. Quando você é completo, você atrai outras pessoas que também são

Os pela-metade gostam de reclamar pros amigos de cada namorico e de como nenhum presta. Eles querem encontrar alguém que seja o pacote-completo, mas ninguém é bom o suficiente. Essas pessoas não entendem o porquê de não conseguirem encontrar esse ser “perfeito”.

Surpresa! Esse tipo de pessoa pacote-completo não está à procura de um pela-metade com pouco para dar. Você compraria metade de uma bala pelo preço de uma inteira? E um filme pela metade, você pagaria pra assistir?

Claro que não. Então por que achar que existem pessoas por aí procurando alguém pela metade?

3. Quando você é completo, você tem amor próprio

Os pela-metade se deixam pisar com frequência. Sua necessidade de ter o amor e a afeição do outro é tão grande que acabam se deixando maltratar, coisa que uma pessoa completa nunca iria aturar. Isso porque quem se sente completo não tem medo de perder alguém que não o respeita. Sabem muito bem como estabelecer limites, pois não se sentem fragilizados pela carência. Não estão à procura de se sentirem completos, pois já o são.

Posso te contar um segredo? Durante a maior parte da minha vida eu fui uma pessoa pela-metade. Pra falar a verdade, ainda sou… especialmente quando me sinto sozinha, vulnerável ou magoada. Mas eu me toquei de que estava olhando pras coisas de uma maneira totalmente equivocada. O propósito do relacionamento não é se completar com o outro, mas sim apreciar o ser completo que cada um já é.

“Você me completa” foi o que o personagem de Tom Cruise disse (meio que chorando) no filme Jerry Maguire. Eu vou arriscar e dizer que essa é a maior mentira hollywoodiana jamais dita. Ninguém pode te completar. Ninguém pode te dar o “pedaço que falta”. Ninguém, nunca. Porque você, meu amigo, já é um ser completo.


foto: Razvan Radu

Leia também

Therese Schwenkler...

...é a autora e criadora do site TheUnlost.com, um blog dedicado a ajudar o leitor a encontrar rumo em sua vida, no amor e no trabalho. Com um linguajar despojado e divertido, e com apenas 29 anos, Therese publica artigos com foco no público jovem que até então estava mal servido por sites com dicas chatas e sem valor real. Leia seus artigos ou saiba mais sobre o autor.

Speak Your Mind

Leia o post anterior:
Por favor, não me interrompa

Você sabia que quando somos interrompidos levamos 50% a mais de tempo para concluir uma tarefa, e ainda terminamos por finalizá-la com 50% a mais de erros? Leva um certo...

Fechar