Terminou o namoro? Perdeu o emprego? A cabeça? Sorte a sua…

Tá bom, eu sei. Você deve estar achando que eu sou louca, pois terminar um relacionamento, perder o emprego ou qualquer outra coisa que importe é geralmente a PIOR coisa que pode acontecer a alguém. Dá vontade de chorar, de se lamentar só de pensar. E é claro, mais vontade ainda de chamar essa autora de idiota por sugerir o contrário. Mas quer saber? Tudo bem. Você tem razão. A perda é uma ^#&*%# mesmo. Não tem nada de legal nisso.

Eu sei …

Mas também sei de uma outra coisa: eu sei que às vezes, com o tempo e se você deixar, perder algo pode acabar sendo a melhor coisa que já te aconteceu.

Deixa eu explicar.

Se você parar pra pensar na sua vida nesse momento de perda, o que você vê?

Provavelmente, um buraco enorme. Um “nada” gigante preenchendo o vazio de algo que você perdeu. Neste momento, você só consegue focar no que está faltando.

Depois do meu último relacionamento, eu conheci bem esse “nada”, um vazio que tomou conta de todos os meus dias. Nenhum telefonema, beijo, sorriso… O lado dele do sofá… vazio. Meu coração… vazio, com um rombo que antes era preenchido por ele. Eu só conseguia enxergar a falta do que um dia esteve ali.

Em outros momentos da minha vida eu também passei por essa sensação de vazio. Quando um amigo faleceu ano passado, quando na época de escola fui diagnosticada com artrite reumatoide e mal conseguia andar de um lado da sala para o outro. Durante algum tempo, a vida parecia um enorme buraco.

Mas se você deixar, esse buraco pode se transformar, encher e se tornar completo.

Se você se permitir passar pelo processo da perda, se for forte o suficiente e aguentar o tranco, uma coisa interessante acontece:

Você acaba encontrando muito mais do que perdeu.

Não importa se você perdeu ou abriu mão de alguma coisa: bens materiais, relacionamentos, necessidade de provar que é capaz ou, Deus me livre, sua própria saúde. O que quer que seja que tenha perdido, você pode se reencontrar justamente nesse vazio do que ficou pra trás.

Pois quando perdemos algo, aquilo deixa mais do que um vazio: deixa também espaço para algo maior, mais forte, com mais significado. Espaço para se fortalecer e crescer. Se você se permitir ficar nesse espaço, vai acabar se encontrando, se sentindo completo e ganhar confiança como nunca teve antes.

E é nesse momento em que tudo começa a fazer sentido. O que antes trazia dor agora abre espaço para a felicidade, e você reconhece que aquela perda foi a melhor coisa que te aconteceu.


foto: Olga Díez (Caliope)

Leia também

Therese Schwenkler...

...é a autora e criadora do site TheUnlost.com, um blog dedicado a ajudar o leitor a encontrar rumo em sua vida, no amor e no trabalho. Com um linguajar despojado e divertido, e com apenas 29 anos, Therese publica artigos com foco no público jovem que até então estava mal servido por sites com dicas chatas e sem valor real. Leia seus artigos ou saiba mais sobre o autor.

Comments

  1. Concordo plenamente com esta matéria.Já viví o bastante para endossar o que a jóvem Therese já descobriu.Parabéns !!!

Speak Your Mind

Leia o post anterior:
Não siga a sua paixão

Há pouco tempo tive a oportunidade de ler o fascinante e controverso novo livro de Cal Newport: So Good They Can't Ignore You, ou Tão Bom Que Eles Não Podem...

Fechar